quarta-feira, 27 de agosto de 2008

_agenciamento de bandas
Cubo Sonorização inicia pré-produção

Zortin, uma das primeiras bandas a receber o programa

O projeto faz parte do plano de agenciamento de bandas da Cubo Discos, que lê em sua nova formatação a pré-produção artística das bandas de Cuiabá, desde a produção musical crua até a concepção artística de palco. As bandas Apostasia e Zortin já começaram a receber a primeira etapa do programa e estão em estúdio com Bruno Kayapy, que é o responsável produtor responsável, "depois dos detalhes prévios a banda vai gravar uma musica pra servir de base, e a partir dela vamos começar na elaboração e experimentação de novos arranjos, tipos de timbre e das múltiplas sonoridades que os equipamentos podem oferecer”, exemplifica. Na terceira e última etapa já recebem o treinamento com temas relacionados ao palco e seus esquemas técnicos, rider de palco e estudos aplicados na montagem deles. A inclusão no projeto é feito através do sistema de crédito Cubo Card.

A Produção Musical e uma das frente de agenciamento de bandas da Cubo Discos, que ainda apresenta mais quatro eixos de atuação com assessoria de imprensa, produção executiva, produção artística e um suporte dado pela equipe de sonorização.

_promoção
“Faça seu Preço” nos produtos da Banca da Distribuição

Daniel Belleza e os Corações em Fúria: pague trocando produtos

Agora você pode diminuir o valor de uma série de produtos da banquinha durante os eventos ou na loja da Cubo/Volume Discos através da nova promoção "faça seu Preço" que baseia-se principalmente na troca de produtos do consumidor como complemento sobre o valor do item exposto. Você leva algum produto como Cd, camisetas para customização, chaveiros, para os eventos onde a banca vai ser montada e oferece como escambo para outro produto a venda na banca, que será avaliada complemento sobre o valor do produto ou na troca integral dele. Alguns títulos como o Cd "No Ritmo da Vida", do Wander Wildner e "A Kbça é Boa, o pensamento é que atrapalham, do Zamaster são alguns dos itens disponíveis que participam da promoção.

texto Dewis Caldas
foto Ynaiã Bertholdo e Paulo Kyd

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Cuboteca angaria mais de 1.000 livros no Calango 2008


Atendentes na bilheteria do Calango

Uma número não se valoriza só pela quantidade de zeros, mas pela significância que eles geram quando o assunto é livro. Como todos sabem, acontece tradicionalmente há 4 anos consecutivos a política de incluir o livro como pré requisito para a entrada no Festival, diminuindo os custos em espécie. Essa política é uma política não só da cubo discos, como do cubo card tendo em vista que ao invés do valor se configurar só em dinheiro, o livro se torna um meio de permuta direta que reduz esse custo em real.

A cubo discos, recebendo a demanda do Calango, tratou logo de se organizar para mais um produto de distribuição em seu catálogo, além de mais um estímulo para o desenvolvimento de projetos que valorizem a leitura. Eis que surge a cuboteca.

De fato, os livros foram muito bem aceitos, não somente para o consumidor do Festival, como para entidades que trabalham com o mesmo e os consumidores gerais do livro que devem crescer sem limite, afinal de contas, ter sempre mais um aumentando a estatística de leitores, nunca é demais. Do mesmo jeito, projetos que estimulem o surgimento de novos leitores e escritores.

Pelos fatores apontados, vê-se que o trabalho de reunir, tombar, armazenar e disponibilizar para o uso geral é uma necessidade inclusive para o aperfeiçoamento da cadeia produtiva da Literatura. Segmento este que ainda é pouco visível e alimentado pela formação de novos quadros.

A cubo discos, recebendo cerca de 2.000 livros por ano, só na ação do Calango, prontifica-se a ser mais um setor que auxilia para esse desenvolvimento e depois da formação da Cuboteca, certamente novos projetos estão por vir. É uma questão de tempo.

A equipe da Cuboteca está trabalhando no tombamento dos novos livros, desde a "finalização" do Festival, como mais um trabalho de pós produção. E até agora foram tombados 1.100 livros, mas ainda tem cerca de 500 para fechar. Logo mais publicaremos as planilhas de tomabamento e o catálogo geral do acervo fechado da Cuboteca.

Aguardem!